O que você faz da meia noite às 6? – perguntou-me a professora.

“Durmo” – respondi.

Ela retrucou:

- E se você fosse para a cama 00:15, ou acordasse 5:45, isso impactaria muito na qualidade do seu sono e energia ao longo do dia?

“Acredito que não”, respondi toda orgulhosa, lembrando de um velho ditado de que a personalidade é um cavalo cheio de vida e energia que pode ser domado.

- Então você já tem a solução, respondeu ela.

A desculpa que eu havia dado para não conseguir escrever todos os dias era falta de tempo. A partir daquele dia passei a produzir tempo. Era a época, ainda, que se ia ao banco para pagar contas e então passei a aproveitar esses e outros tempos ‘vagos’ para pensar em pautas, personagens... Passado algum tempo conseguia até mesmo escrever mentalmente, só precisando de alguns minutos para colocar no papel as minhas ideias.

Experimente!

 

 

Por Sandra Veroneze

Capítulo Integrante do livro “365 dicas para escrever criativamente”

Proibida sua reprodução sem autorização da Autora @ Todos os direitos reservados