Quando damos os primeiros passos de um desafio novo é natural sentir apreensão. Era uma das minhas primeiras aulas, num curso de pós-graduação em marketing digital. Assombrando meus pensamentos estava o desenho ricamente ilustrado de uma turma de lobos, ávida por conhecimentos que pudessem catapultá-los a um novo e alto nível no mercado de trabalho. Depois das apresentações iniciais na minha estreia como professora percebi que o tom e o ritmo da aula seriam dados pela própria turma, e então lembrei de um livro que havia lido um tempo atrás, sobre oratória. A dica do especialista era simples: levanta e fala.

Às vezes, quando estamos às voltas com um texto e emperramos, por um motivo ou outro, talvez o melhor seja sentar e começar a escrever. Não importa se fica bom, ou pelo menos razoável... Comece... Às vezes é como andar de bicicleta. Vai pegando ritmo, jeito... E se não ficar satisfatório, você pode voltar depois ao texto e fazer os ajustes necessários.

Na próxima vez que sentir algum bloqueio, lembre-se da técnica “senta e escreve”!

 

Por Sandra Veroneze

Capítulo Integrante do livro “365 dicas para escrever criativamente”

Proibida sua reprodução sem autorização da Autora @ Todos os direitos reservados