Com a vida corrida e agitada que levamos, principalmente nas grandes cidades, ficar um tempo sozinho é um grande desafio. As demandas cotidianas são muitas e permanentes. Nesse contexto, pode ser interessante ficar um tempo sozinho. Quando digo tempo refiro-me a mais que horas. Alguns dias seria o ideal. 

Experimente dedicar um feriado prolongado à arte de ficar consigo mesmo. Se preferir, vá a uma pousada no interior. Desplugue-se de aparelhos que possam trazê-lo para a realidade cotidiana: celular, internet... Fique alguns dias experimentando um novo ritmo, exercitando uma nova percepção da realidade, tanto externa quanto interna...

E analise como isso impacta na sua escrita. Se for bom, na medida do possível repita!


Por Sandra Veroneze

Capítulo Integrante do livro “365 dicas para escrever criativamente”

Proibida sua reprodução sem autorização da Autora @ Todos os direitos reservados