Há muito tempo atrás, incomodada com o comportamento de uma amiga, busquei o conselho de uma pessoa mais vivida. Sem nem mesmo perguntar o que tanto me perturbava, minha conselheira sentenciou:

- O copo transborda aquilo de que está cheio.

Nos dias que se seguiram ignorei a minha amiga nos aspectos que me incomodavam e tentei observar o que enchia aquele copo... Não precisei muito para perceber os dramas existenciais que a tornavam tão nervosa, irritada, e por consequência sem jeito para o encontro com pessoas.

O convite aqui é para você encher o copo daquilo que quer transbordar. Você está escrevendo ficção? Leia muita ficção. Está escrevendo um artigo para o trabalho? Leia muito a respeito do tema. Está ensaiando os primeiros passos na poesia? Da mesma forma: leia poesia em todas as oportunidades.

E observe como é para você. Funciona? Então repita na medida do possível. 


Por Sandra Veroneze

Capítulo Integrante do livro “365 dicas para escrever criativamente”

Proibida sua reprodução sem autorização da Autora @ Todos os direitos reservados