Quando conhecemos bem o sistema de valores de uma pessoa fica bastante fácil prever, ou pelo menos imaginar, suas opiniões acerca de determinados acontecimentos da vida e, também, que causas ela abraçará. E é assim, também, com os personagens na ficção.

Experimente criar para seus personagens um ‘código de conduta’, ou ‘cartilha ética’. Estabeleça alguns valores (ou não-valores) morais para cada um deles. E no desenrolar da narrativa crie situações em que esse sistema será colocado em evidência, ou à prova.

Situações em que o personagem vive conflitos, confrontando seu mundo interno com o mundo externo, costumam ser muito apreciado pelos leitores.


Por Sandra Veroneze

Capítulo Integrante do livro “365 dicas para escrever criativamente”

Proibida sua reprodução sem autorização da Autora @ Todos os direitos reservados